terça-feira, 3 de junho de 2008

O Verdadeiro Campeão!!


Você se considera uma pessoa vitoriosa?

Infelizmente, transformamos a existência numa grande competição. Numa maratona cruel! Vivemos ilhados; rodeados por desafios de todos os lados. Daí, internalizamos uma lógica de sobrevivência: vencer é preciso!

Na trajetória rumo à vitória, concorrentes é que não faltam. Lutamos contra tudo e contra todos. Há sempre alguém que precisamos vencer - às vezes, derrubar e deixar para trás. Nesta lógica, nossa auto-afirmação vai sendo construída na medida em que outros vão caindo ao nosso redor.O outro
passa a ser, necessariamente, uma ameaça. Nosso inimigo em potencial. Como diria o filósofo Nitzche: "o inferno é o outro". Nosso podium tem que ser erguido sobre escombros alheios.

- Mas, vencer a quem?

- Quem é nosso maior concorrente?

Concorremos conosco mesmos, não com outras pessoas!

Passar na frente de alguém, não significa que conquistamos nossa melhor corrida. Nossa maior vitória não consiste no fato de que derrotamos nosso maior rival. Na verdade, nossa grande batalha dar-se dentro de nós mesmos. É conosco que temos que lutar, constantemente!

Não importa, exatamente, quantas vitórias uma pessoa conquistou ao longo da sua vida; ela estará na condição de derrotada se perder a batalha travada consigo mesma.

Vencer a si mesmo, é tornar-se verdadeiramente vitorioso!

Ironicamente, a nossa vitória sobre os outros é que se constitui como fator decisivo para que percamos a luta contra nós mesmos. Isso ocorre quando, ao vencermos alguém, nos deixamos aprisionar por sentimentos como: orgulho, arrogância, soberba e auto-suficiência. Ao se apropriarem da nossa
alma, nos tornamos perdedores. A grande vitória é vencer os inimigos que nós criamos dentro de nós mesmos.

Na maratona da vida, nossa maior ameaça não são os outros; somos nós mesmos. Portanto, precisamos aprender a lutar contra esse inimigo! Nosso egoísmo, nossa falta de humildade, nosso complexo de superioridade; e tantas outras forças negativas como: medo, insegurança, inveja, é que são nossos
verdadeiros algozes.

Vencedor é aquele, que não se descuida de si próprio. Com humildade deseja aprender sempre mais e reconhece que precisa superar-se nas suas imperfeições. É aquele que não sobe na vida derrubando outros, e não faz da sua verdade particular uma cortina, para não reconhecer outras verdades.

Vencedor, é todo aquele que reconhece que ninguém se basta a si mesmo; por isso mesmo reconhece que grande só há um, que é Deus!


(Estevam Fernandes é psicólogo e terapeuta familiar. Pastor da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, PB. Texto publicado no Jornal Correio da Paraíba, edição de domingo, 22 de agosto de 2004).