terça-feira, 24 de junho de 2008

Para Além da Dor!


Todos nós, algum dia, já nos deparamos com situações diante das quais nos sentimos absolutamente impotentes. Nada poderíamos fazer; nenhuma palavra precisaria ser dita; nenhum gesto nosso faria qualquer diferença. Todas as nossas “pretensas” experiências não nos seriam suficientes diante de algo que foge ao nosso controle. Nessas horas só nos resta uma constatação, uma certeza: Só Deus !

Existe um tipo de dor que somente Deus ameniza. Ele é o único bálsamo capaz de trazer alívio para a nossa mais profunda dor. Deus conhece a nossa alma; sabe dos nossos limites. Só Ele pode invadir os segredos do nosso ser. Ele nos conhece tal como somos.

Há momentos tão difíceis que se Deus não nos tomar pela mão, ficaremos prostrados; igualmente, se Ele não tocar nosso coração, ninguém conseguirá nos consolar. Se a força dEle não nos erguer do caos, ficaremos cambaleando, tal qual bêbados com passos trôpegos pelos corredores da vida. Deus é a esperança que nos mantém vivos, e a Sua força é a razão de seguirmos vivendo, apesar das tempestades.

Depender de Deus não é sinal de fraqueza, antes, pelo contrário, é testemunho de fortaleza interior. Feliz a pessoa que pode dizer, a qualquer tempo: “Agora, só Deus”. O homem só é grande quando se reconhece carente de Deus. “O meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”, é o que nos diz as Escrituras. Crescemos quando estamos em seus braços.

Todos temos nossos limites. Ninguém se basta. Reconhecer seus limites é sinal de grandeza e de humanidade. Diante das impossibilidades humanas, clamar por Deus é semear vitória, é construir pontes por entre as nuvens nebulosas do sofrimento.

Algumas experiências da vida não podem ser vivenciadas sem a ajuda de Deus. A dor do luto, a solidão de um amor findo, o medo do amanhã, a sensação do abandono, o fim de um sonho, e tantas outras experiências dolorosas que a vida nos reserva. Para encará-las e vencê-las, só Deus.

Muitas pessoas quando olham para trás, vendo os desafios que enfrentaram e as lutas que venceram, e percebendo os muitos livramentos que tivemos ao longo da vida, têm a certeza que foi Deus que lhes deu proteção, forças para lutar e coragem para não desistir. Tais pessoas colocam a mão no peito e dizem com voz de triunfo e gratidão: Foi Deus!

Sendo assim, e certamente o é, diante de tudo que passamos e ainda haveremos de passar (pois a vida é cheia de surpresas), só nos resta uma certeza, diante de tantas incertezas e das contingências ao nosso redor: Só Deus, para nos garantir proteção, manter viva a chama da fé e a vontade de viver, com doçura e esperança, com alegria e paixão.

Quando tudo parecer estar perdido, humanamente sem solução, não há por que entrar em desespero, tenhamos uma certeza: Só Deus! Lembremo-nos da promessa bíblica: “Se Deus é por nós, quem será contra nós”. Quem nEle espera, é vencedor

(Texto extraído do portal http://www.pibjp.com.br,escrito pelo Pr. Estevam Fernandes de Oliveira, edição de 16/06/2008 )
(Estevam Fernandes de Oliveira, Pastor da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, PB, é Psicólogo Clínico e Terapeuta Familiar, conferencista nas áreas de Família e Liderança; mestre e doutorando em Ciências Sociais).