terça-feira, 8 de julho de 2008

Pescadores de Homens


Texto Base: Mateus 4: 18-22

Analisando a vida de Jesus, observamos que este sempre esteve próximo a pescadores, porém nunca pescou. Jesus ensinava a pescar, determinava a pescaria e multiplicava peixes, mas nunca efetivamente pescou. Por que será que a Bíblia não relata nenhuma pescaria feita por Jesus? Porque simplesmente Ele não queria deixar uma coisa menor tirar o foco de Seu projeto maior – Pescar Homens.


No verso vinte do texto lido, vemos que por onde Jesus andava multidões imediatamente O seguiam. A maneira como o Mestre pescava Seus homens era espetacular – Jesus usava a Palavra e ganhava outros homens. Da mesma forma como o Apóstolo Paulo ensinava Timóteo em II Tm 2:2 – “
E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros. Assim como fez Jesus, devemos também fazer: Pescar outros homens para que a pesca não perca a continuidade, este é o nosso chamado aqui nesta terra meu amado – Pescar Homens.

Pescar Homens é um meio de influenciar pessoas para viverem a vida de uma maneira correta, única e verdadeira; a viver uma vida santa e agradável ao Pai. Pedro, Tiago e João, foram e são considerados colunas da Igreja. Pedro, inflamado pregador do Evangelho – em uma única pregação 3000 aderiram ao Senhor Jesus. Tiago, conforme lemos em Atos 15, levanta-se quando os problemas surgem e acalma os ânimos do povo. João, discípulo amado por Jesus, grande influencia no ministério.


O grande avivamento começa em tua casa. Precisamos hoje, como Igreja, de pregadores que tenham o magnetismo necessário para atrair milhares, como também, precisamos de pregadores como o brilho para atrair indivíduos para o Reino. O maior tesouro que precisamos levar aos homens é, conforme João 3:16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” Deus nos chama, a ti e a mim, para influenciarmos a nossa sociedade, o lugar onde estamos. Não importa o que fazemos, devemos ser influência para com o nosso próximo.


Dr. Maxwell em seu livro escreve: “Sucesso sem sucessor é fracasso”. Uma igreja que não treina sucessores; fracassa. Precisamos continuar pescando continuamente. Devemos ser movidos a compromisso; pregadores geram seguidores. Mas assim como todo pescador, precisamos também exercitar nossa paciência, ter métodos, saber jogar a isca certa na hora certa e ter esperança.


Neste dia Deus te fala assim como disse a Pedro, Tiago e João: Vinde após a Mim, disse Jesus, e Eu os farei pescadores de homens”. Deus te abençoe!


(Esboço do sermão pregado dia 06/07/2008, domingo pela manhã, pelo Pr. Aguiar Valvassoura, na Igreja do Nazareno Central de Campinas, anotado por Lucas Tognolo)


(L. Aguiar Valvassoura, Pastor da Igreja do Nazareno Central de Campinas, SP, é preletor e conferencista em vários congressos e seminários nacionais e internacionais, bacharel em teologia pela Faculdade Teológica Nazarena de Campinas – Brasil, doutor Honoris Causa pela Universidade Nazarena de Point Loma – EUA, é criador do Colégio Jaime Kratz e da Associação Nazarena Assistencial que atende hoje cerca de 310 crianças)