segunda-feira, 8 de junho de 2009

Sofrimentos


Texto Base: I Pedro 4:12, 19

Nos dias de hoje vive-se dias de muitos sofrimentos, tais como: catástrofes, terremotos, maremotos e perda de pessoas queridas. Sofrimentos poderiam ser classificados como situações fáceis de serem observadas, porém não fáceis de serem assimiladas. Como cristãos, como devemos encará-los? O que significa sofrer sendo cristão?

A Palavra de Deus, a Bíblia, não isenta o ser humano de passar por sofrimentos e situações que podem tirar noites de sono, pelo contrário, Jesus garantiu a todos que no mundo haveria aflições e aconselhou: “Tende bom ânimo”. Ao ler-se as Sagradas Escrituras no livro de I Pedro podem ser extraídos alguns outros conselhos, dentre os quais, destacaremos alguns:

1º. Todos os sofrimentos são previsíveis. Quando eles baterem à porta de alguém, não precisa entrar em desespero e nem negar a existência deles. Em I Pedro 4:12, lê-se: Não estranheis o fogo ardente (...)”. Todos que vivem piedosamente passam por situações de muita dor (fogo ardente); precisa-se ter bom ânimo em meio a elas, na certeza de que não serão eternas.

2º.Alguns sofrimentos que existem são providenciais para o aprendizado. Deus usa o fato de passarmos por sofrimentos para que o homem seja moldado segundo a Sua vontade. Já dizia um renomado escritor que os sofrimentos são como o megafone de Deus para uma humanidade adormecida. As lutas da vida devem ser entendidas de um forma espiritual, devendo ser aceitas naturalmente.

3º. O sofrer faz parte da vida humana da mesma forma que fez parte da vida de Cristo. À medida com que eles vêm, precisa-se agir como Jesus agiu: servindo a Deus com mais força e com um coração quebrantado. Ao correr para os braços do Pai, encontra-se suprimentos que ajudam na luta pela sobrevivência. Deus conhece cada um de Seus filhos e sabe a luta que enfrentam, por isso está sempre pronto a ajudar.

Assim como o Senhor Jesus, precisamos aprender a encarar nossas dores, clamando a Deus por socorro, na expectativa de que Ele nos ouvirá e no tempo oportuno tudo se fará novo. Sofrimentos fazem parte da caminhada da vida, porém não se pode deixar que eles afastem o homem de Deus – ao longo da história muitos valentes passaram por dores, mas foram fiéis à Palavra até o fim. Lembremos das palavras de Jó no livro que leva o seu nome: “Eu sei em quem tenho crido e de que no final, Ele me levantará do pó.”

Cada sofrimento que Jesus passou, Ele tudo suportou por Amor – como ovelha muda levada ao matadouro – Por toda a humanidade, Jesus padeceu da mais forte dor: a morte de Cruz! E isto Ele fez por Amor a todos quantos nEle cressem! Que em meio ao nosso sofrer, possamos ser encorajados a seguir o exemplo deixado por Cristo, amando-O com todo o nosso coração por tudo o que Ele é e faz por nós. Que Deus abençoe a todos.

(Esboço do sermão do dia 07/06/2009, domingo pela noite, ministrado pelo Pr. Ernesto Ferreira Jr, na Igreja do Nazareno Central de Campinas, anotado por Lucas Tognolo).

(Ernesto Ferreira Jr., Pastor da Igreja do Nazareno Central de Campinas, SP, é formado pelo Seminário Teológico Nazareno, Mestrando em Ciências da Religião pelo Seminário Nazareno das Américas e convidado pelo Pr. Aguiar para compor sua equipe desde Janeiro de 2003, a qual atua como responsável pelo ministério de Grupos Pequenos)