sexta-feira, 15 de agosto de 2008

“ Sim, É Possível!”


Texto Base: Marcos 9: 14-29

Este texto é narrado em três evangelhos, e todos trazem a nós algumas particularidades a respeito desta história, que gostaria de compartilhar com vocês:

1ª. Particularidade – Este menino era o único filho daquele homem – fruto do ventre da esposa dele.

2ª. Particularidade - Jesus havia acabado de descer do monte da transfiguração com Pedro, Tiago e João, lá os três discípulos tinham visto a plenitude da glória de Deus, ficaram atônitos com tudo que viram (verso seis) a ponto de pedirem a Cristo que ficassem por lá e montassem três tendas, uma para Jesus, outra para Moisés e outra para Elias. Os outros nove discípulos haviam ficado em baixo do monte com a multidão.

3ª. Particularidade – Logo que Jesus desce do monte, Ele encontra esta cena: a multidão escarnecendo os nove que ali estavam porque eles não conseguiam expulsar o demônio que estava incomodando o menino.

Às vezes lidamos com situações que não sabemos que elas são causadas pelo demônio, no caso daquele menino, o demônio o atormentava desde a infância. O que fazer então, se nós buscamos ajuda e ela não vem? Porque às vezes nos deparamos com situações que classificamos como impossíveis?

O texto diz que o menino estava definhando – o pecado tem o poder de nos fazer definhar, perdemos a alegria; o que era uma palavra de amor, de repente, começa a definhar. Jesus, diante daquela situação identifica três situações claras que precisamos aprender para que o milagre aconteça – Deus olha para o nosso coração, para a nossa fé e para a forma como encaramos nossos problemas!

1ª. Situação - “Ó geração incrédula”

A primeira situação identificada por Cristo era a falta de dos discípulos. A fé é o princípio para transformar as adversidades em situações de bonança em nossas vidas, precisamos aprender a crer mais. O próprio Cristo nos afirma que se tivermos fé do tamanho de um grão de mostarda (bem pequeninho!) removeríamos os montes!

Muitas vezes não é o nosso problema que é grande demais, mas a nossa que é pequena demais. Davi ao encarar Golias (o gigante dos filisteus!) não olhou para o tamanho de seu desafio, porque ele tinha uma muito maior que a de Golias. Precisamos despertar em nosso coração um espírito de ousadia para crer que Deus pode nos transformar completamente para termos mais fé!

Se crermos além daquilo que imaginamos, Deus irá nos surpreender. Confessamos à Jesus com os nossos lábios, mas cremos com o coração. Por mais que você já tenha sofrido (no caso do menino, era desde a infância!), de repente, se você ousar crer tudo vai mudar na sua vida.

Se podes? É isso que Jesus quer te perguntar também, meu amado. Você crê que Jesus quer mudar a história da sua vida? Precisamos sempre, todos os dias, levantar crendo que Deus pode nos ajudar, precisamos olhar para o amanhã com expectativa de que as coisas vão mudar, tudo vai melhorar. Jesus já havia ensinado aos discípulos para expulsar toda arma do diabo na vida dos outros – precisamos crer no que Ele ensinou e colocar em prática nas nossas vidas: Tudo é possível ao que crê!

No verso vinte e quatro, lemos que imediatamente, o pai do menino exclamou com lágrimas. O pai do menino exclamou, crendo, que Jesus poderia ajudá-lo – e a Palavra de Deus se cumpriu na vida dele.

No verso vinte e cinco, Jesus repreendeu o espírito imundo: Precisamos dar ordens sobre os espíritos imundos que nos sufocam em qualquer área da vida. O diabo tem medo que você o repreenda, ele quer te assustar, mas Palavra de Deus nos diz que Jesus veio para que tenhamos vida, e a tenhamos em abundância!

Ao mesmo tempo em que Jesus repreendia o espírito imundo, Ele também ensinava às famílias ali presentes. Hoje, Ele quer te dar libertação plena e vida abundante. Por isso Ele disse: Vá e não voltes mais!

2ª. Situação – “Esse espécie só sai pela oração e pelo jejum”

É quando dobramos nossos joelhos que nós derrotamos os nossos inimigos, porque não somos nós, mas o Senhor quem está na frente da batalha. Quando colocamos nossos rostos no pó, reconhecemos a soberania e majestade de Deus, e Ele vê que precisamos de ajuda. Ao clamarmos o nome dEle, Ele nos ouve e responde nossas orações – Jeremias 33:3: “Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei cousas grandes e ocultas, que não sabes.” A oração amolece o coração de Deus!

3ª. Situação – “Essa espécie só sai pela oração e pelo jejum

O jejum deve acontecer quando pegamos uma situação específica e a colocamos nas mãos de Deus, crendo que só Ele pode nos ajudar. Quando colocamos diante de Deus um propósito de jejuar, Ele tira o nosso apetite, pois a nossa vontade em sentir a presença de Deus e receber a bênção que tanto aguardamos é muito maior do que um prato de comida!

Então, aprendemos hoje três segredos que precisamos para vencer as impossibilidades da vida: Muita fé, Mais oração (todos os dias, em todas as situações) e mais consagração em jejum (faça voto que se possa cumprir, afinal Deus olha o coração do homem e não o exterior!)

No final da história lida, Jesus estendeu a Sua mão e levantou o menino, todos puderam ver que aquilo que parecia impossível tornou-se possível por causa da fé! Deus te abençoe!

(Montagem feita a partir do sermão pregado dia 12/08/2008, terça-feira, na Igreja do Nazareno Central de Campinas pelo Pr. Flávio R Valvassoura, anotado por Lucas Tognolo.)

(Fávio R. Valvassoura é pastor da Igreja do Nazareno Central de Campinas, formado pelo Seminário Teológico Nazareno e também pelo Beeson Institute do Asbury Theological Seminary, EUA, com especialização em Pregação Bíblica e Liderança Eclesiástica, é coordenador nacional e sul-americano de treinamento e capacitação de líderes. Membro da Junta Geral. Doutor em Ministério pelo Asbury Theological Seminary, Wilmore, KY,EUA. Desenvolveu ministério como pastor na Igreja do Nazareno Ebenézer – Campinas, SP e na Igreja do Nazareno Brasileira – Nova York, EUA. Atua na equipe pastoral da Igreja do Nazareno Central desde 2005.)